O papel do contos de fadas no desenvolvimento das crianças

Por Fernanda Sarate

Os contos de fadas fazem parte de nosso imaginário e cultura. Mas, além de entreter, eles podem ter um importante papel no desenvolvimento das crianças. Saiba mais sobre como surgiram os contos de fadas e como eles podem auxiliar na formação das crianças.

conto de fadas

Continuar lendo

Anúncios

João & Maria na visão de Neil Gaiman e Lorenzo Mattotti

Por Fernanda Sarate

 O escritor britânico Neil Gaiman e o ilustrador italiano Lorenzo Mattotti recriam um dos contos de fadas mais conhecidos e adorados: João e Maria. Em uma versão com ilustrações sombrias e narrativa delicada, tópicos como o abandono, a guerra, a fome e o canibalismo são tratados com maestria pela dupla.

joaoemaria_neil_gaiman

 

Primeiramente, vamos conhecer um pouco mais sobre a dupla?

Neil Gaiman

Neil Gaiman é um escritor britânico, famoso por obras como Sandman, Stardust, Deuses Americanos, entre tantas outras. Já escreveu roteiros para a Marvel, DC Comics e diversas séries de TV, como Doctor Who. Gaiman é casado com a artista Amanda Palmer. Ah, um atributo muito importante: ele é, ainda, um dos meus escritores preferidos! 😉

Lorenzo Mattotti

Lorenzo Mattoti é um artista gráfico italiano. Formado em arquitetura, decidiu desde cedo trabalhar na indústria de quadrinhos e com ilustração. Como ilustrador, já teve trabalhos publicados em revistas conceitudas de diversos segmentos. Recebeu o Eisner Award em 2003 pela graphic novel Dr. Jeckyll & Mr. Hyde.

Sinopse

O prestigiado escritor Neil Gaiman e o brilhante ilustrador Lorenzo Mattotti se encontram para recontar o clássico João e Maria. Familiar como um sonho e perturbador como um pesadelo, o conto narra a saga de dois irmãos que, em tempos de crise e falta de esperança, são abandonados pelos próprios pais e precisam enfrentar com coragem os perigos de uma floresta sombria.

Em um texto poético, Gaiman revive a tradição dos contos de fada, dando profundidade à aventura dos irmãos, mas sem abandonar a autenticidade e o talento único de mesclar realismo e fantasia que o transformaram em um dos maiores autores de sua geração. Mattotti, por sua vez, dá um ar inteiramente novo ao clássico. Seus traços criam um jogo de luz e sombra, permitindo que o leitor desvende aos poucos a imagem, assim como os segredos da história de João e Maria.
(Fonte: Editora Intrínseca.)

Nossa avaliação

Conforme o filósofo Walter Benjamin, contar histórias sempre foi a arte de contá-las de novo. E Gaiman mostrou-se um ótimo adaptador recontando esse clássico já tão conhecido. É importante dizer que o escritor preservou bastante do conto imortalizado pelos irmãos Grimm, não há grandes alterações. Entretanto, a cada parágrafo é possível observar o humor e a sagacidade característicos de Gaiman.

Assim como o conto original, essa pode ser uma história sombria. Há quem considere sombria demais para o público infantojuvenil. Gaiman defende que é importante o público mais jovem ter contato com histórias assim: “Eu acho que se você é sempre protegido das coisas sombrias você não tem como se proteger, conhecer ou compreender as coisas obscuras quando elas aparecem. Eu acho que é realmente importante mostrar o sombrio para as crianças e, nesse processo, mostrar também que essas coisas podem ser derrotadas, que você tem o poder. Diga-lhes que você pode lutar. Diga-lhes que você pode ganhar. Porque você pode, mas você tem que saber isso”, afirma. A opinião do escritor vai ao encontro do que afirma o psicólogo Bruno Bettelheim, que contribuiu para o entendimento da importância dos contos de fadas para o desenvolvimento emocional das crianças. Conforme Bettelheim, as boas histórias para esse público são aquelas que, enquanto divertem, oferecem esclarecimentos sobre elas mesmas, favorecendo o desenvolvimento de suas personalidades. Assim, o conto de fadas dá a certeza de que os problemas existem, mas mostram que eles podem ser resolvidos. Embora contem com elementos mágicos, os problemas que desencadeiam as tramas são reais. É o caso de João e Maria, que aborda temas como o abandono, a guerra, a fome e até mesmo o canibalismo.

Ilustração de Lorenzo Mattotti

Ilustração de Lorenzo Mattotti

As ilustrações são densas e profundadas, a edição é caprichadíssima, com capa dura e papel especial. Uma curiosidade: Lorenzo Mattotti criou as ilustrações em 2007, para uma exposição comemorativa de João e Maria. Neil Gaiman baseou-se, então, nessas imagens para criar os textos do livro.

O texto de Gaiman é fluido, criativo, sarcástico e bem-humorado. O escritor tem um talento especial para falar com delicadeza sobre qualquer tema. O livro possui apenas 56 páginas, mas oferece uma opção completa de imersão no universo da história e de entretenimento para pessoas de todas as idades.

Livro: João & Maria
Autor: Neil Gaiman
Ilustrador: Lorenzo Mattotti
Tradutor: Augusto Calil
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 56

Classificação:

barney_stinson_final

 

Neil Gaiman + conto de fadas + ilustrador mega talentoso + edição linda da Intrínseca = Legen – wait for it – dary!