Livro A febre, de Megan Abbott

Por Fernanda Sarate

Baseado em fatos reais, o livro A febre tem sido apontado como o sucessor de Garota exemplar. Suspense, melancolia, histeria, vulnerabilidade, força e frivolidade da adolescência são alguns dos temperos utilizados na narrativa de Megan Abbott. Saiba mais sobre os fatos reais que deram origem ao livro que será adaptado para série de TV em nossa nova resenha!

a_febre

Sinopse

Na Escola Secundária de Dryden, Deenie e Lise são amigas inseparáveis. Filha do professor de química e irmã de um popular jogador de hóquei da escola, Deenie irradia a vulnerabilidade de uma típica adolescente de 16 anos. Quando Lise sofre uma inexplicável e violenta convulsão no meio de uma aula, ninguém sabe como reagir.

Os boatos começam a se espalhar na mesma velocidade que outras meninas passam a ter desmaios, convulsões e tiques nervosos, deixando os médicos intrigados e os pais apavorados. Os ataques seriam efeito colateral de uma vacina contra HPV? Teriam a ver com o lago contaminado? Ou seria o início de algo muito pior?

Envoltos em teorias e especulações, o pânico rapidamente se alastra pela escola e pela cidade, ameaçando a frágil sensação de segurança daquelas pessoas, que não conseguem compreender a causa da doença terrível e misteriosa
(Fonte: Editora Intrínseca)

Baseado em fatos reais

A autora Megan Abbott baseou a criação de A febre em fatos reais. Em 2012, um surto ocorrido em uma cidade pequena dos EUA (Le Roy) atingiu um grupo de estudantes de uma mesma escola, que passou a apresentar tiques nervosos, desmaios e convulsões. As garotas começaram a postar vídeos nas mídias sociais e chamaram a atenção da mídia. Segundo médicos que avaliaram o caso, esse conteúdo divulgado pela internet pode ter sido uma das principais causas para que o surto tenha se alastrado velozmente. Esses médicos alegaram que as pessoas ficavam muito impressionadas ao assistirem aos vídeos e que, algumas que apresentavam vulnerabilidade, passaram, então, a apresentar os mesmos sintomas, caracterizando um caso de histeria coletiva, fenômeno que atinge de tempos em tempos pessoas com maior vulnerabilidade a distúrbios de ansiedade e de estresse (veja aqui outros casos semelhantes).

O caso chamou a atenção de Megan Abbott que, depois de assistir a entrevistas com as jovens e seus pais, começou a escrever A febre. Megan estava em busca de uma história que, de alguma forma, tivesse conexão com a peça As Bruxas de Salém, e quando soube do surto em Le Roy, percebeu que encontrara essa conexão. Mas, atenção: apesar da premissa do livro ser baseada nesses fatos, A febre possui trama e desfecho próprios.

No vídeo, uma entrevista com duas das garotas atingidas pelo surto.

A série de TV

Os direitos de adaptação de A febre foram comprados pela MTV, que trabalha no desenvolvimento de uma série baseada no livro em parceria com a produtora de Sarah Jessica Parker. A autora do livro, Megan Abbott, está trabalhando no roteiro ao lado de Karen Rosenfelt, responsável pela adaptação de outros livros para o cinema (Crepúsculo, O Diabo Veste Prada, A Menina que Roubava Livros, entre outros). A série ainda não tem previsão de estreia.

Livro: A febre
Autor: Megan Abbott
Tradutora: Cássia Zanon
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 268

Classificação:

zumbi_avaliacao

 

A premissa que deu origem ao livro é bastante interessante e intrigante. Entretanto, talvez por já tê-la em mente, o desfecho não seja assim tão surpreendente. Diferentemente de Garota Exemplar e outros livros do gênero, o suspense é mais dosado e está mais presente no final da narrativa. Em alguns momentos, a leitura é desestimulante, o ritmo, por vezes, é mais arrastado, entretanto, há recompensas para quem for até o final. Há personagens cativantes e bem desenvolvidas, mistérios, revelações. Dá vontade de conhecer outras obras de Megan Abott, quem sabe com a adaptação de A febre para a TV novos lançamentos não sejam feitos no Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s